Acordo com a ACACCI,
para publicar no Brasil,
em português,
o livro

RICKY, um guerreiro da Vida

 

    O dia 18 de junho, em Vitória, Espírito Santo, assinou-se o Contrato mediante o qual Ricardo D. Rabinovich-Berkman, Diretor da revista PERSONA, cedeu à ASSOCIAÇÃO CAPIXABA CONTRA O CANCER INFANTIL (ACACCI) a totalidade dos direitos autorais e lucros advindos correspondentes à edição em língua portuguesa do livro RICKY, un guerrero de la Vida.  A tradução da obra, que já esgotou duas edições em castelhano (sem nenhuma publicidade convencional), chegando até as mãos do Papa, será feita pelo próprio autor (que tem muita atividade acadêmica no Brasil), com a ajuda e revisão de literatos brasileiros.


O momento da assinatura do contrato


ACACCI: Vista do pátio central desde o primeiro andar

    O livro, que em português levará o título de RICKY, um guerreiro da Vida, está dedicado pelo autor, como é já sabido, ao filho que morreu de câncer, em 29 de dezembro de 2001, trás longa luta contra a terrível enfermidade. Combate que acabou destruindo seu corpo adolescente, mas alçando o espírito e permitindo-lhe brindar aos que o conheciam maravilhosas lições de amor à existência. Ensinos esses que geraram no pai, já partido Ricky para a região da Luz, a necessidade de compartilhar tais experiências, não felizes mas sim profundas, e assim nasceu a obra.

    Como é sabido por nossos amigos leitores, também a revista PERSONA foi criada, em 2001, por Ricardo Rabinovich-Berkman em homenagem a Ricky. Ela lhe foi sugerida pela luta do moço por viver, e pela visão do Ricky e das outras crianças e jovens sofrendo. 

   

 


A biblioteca da ACACCI para as crianças


Os rapazes devem continuar estudando: a sala de aulas

    Os lucros derivados do livro foram sempre dedicados à ajuda de crianças doentes. Agora, para ser beneficiária do produto da edição brasileira, e graças aos bons serviços do destacado jurista e assessor legislativo capixaba, Dr. Moshe Dayan Rosa, que oficiou magnificamente como intermediário, o autor escolheu, junto com sua esposa, a Dra. Ester Alicia Orlandi, a ACACCI, em razão da ótima obra que essa entidade vem realizando em apoio das crianças com câncer e de suas famílias, não somente no Espírito Santo, mas também para pessoas provenientes do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, e outros Estados.

    Isso, devido à importância que reviste a cidade de Vitória como centro de tratamento de oncologia infantil, o que leva a crianças de uma vasta região a se deslocarem para serem ali atendidas, viajando com parte de suas famílias, caracteristicamente a mãe e os irmãos menores.

   Tais movimentos trazem sempre dificuldades que somam-se ao quadro problemático gerado pela doença mesma.


A vida é sempre para ser comemorada: sala de música


Sala para os maiores: nem falta a "Play Station"!

    Essas crianças precisam de um ambiente de carinho e contenção, onde possam se sentir vivos e felizes (é notável a capacidade dos meninos e adolescentes para desfrutar da vida ainda em tais momentos). Elas devem continuar estudando, lendo, rindo, brincando. Devem sentir que para eles o sol continua a sair, os passarinhos a cantar, a lua a brilhar. Muitos deles vão partir cedo, é a triste verdade, sim, mas isso não faz menos imperioso o direito que eles tem a amar e a serem amados como pessoas.

Também suas famílias requerem de apoio, sorriso, afeto, contenção, solidariedade. Tudo isso o fornece a ACACCI, em forma completamente gratuita e coordenada com o Hospital, em seus novos prédios de Vitória, como mostram as fotografias que acompanham a nota. Por tal razão, a entidade foi escolhida para ser receptora dos direitos autorais do livro em português.


Os computadores da bibliotaca


Os apartamentos, limpos e agradáveis

    Esperemos que, Deus mediante, a obra seja no Brasil bem recebida, com o qual muitos jovens e adultos poderão compartilhar a doce mensagem que deixara Ricky, e a ACACCI terá mais possibilidades de continuar com sua belíssima tarefa.

PARA MAIS CONHECIMENTO DO LIVRO:
www.ricky-vida.com.ar

E ALGUMAS FOTOS MAIS...

"E qualquer
que receber
em meu nome
uma criança tal como esta,
a Mim me recebe".
  
                       
     Mateus 18:5